Escritores que não lêem

Todos sabem que ler faz parte do nosso aprendizado como escritores. Não basta que a gente escreva (e escreva bem), precisamos estar antenados, por dentro das novas tendências e ligados no que outros escritores estão fazendo ou falando por ai. Eu não consigo entender algumas pessoas que dizem querer escrever um livro, mas que detestam ler. Alguém pode me explicar isso?

O meu argumento: 1. Leiam porque o ato de ler faz com que sua escrita melhore consideravelmente; 2. Leiam porque o Brasil é já é conhecido mundialmente como um país que não lê(e isso é uma vergonha para nós!); 3. Leiam para atiçar sua criatividade; 4. Leia para ser original. Não é novidade que é possivel que duas pessoas tenham ideias bem parecidas ainda que estejam a léguas de distância. Por isso é interessante que você saiba o que os outros estão fazendo. E além disso. As vezes uma ideia que você (em seu mundo literário hiper-mega-super-ultra limitado) acha que é original na verdade é tão velha e desgastada que já virou até cliché! Mas não teria como você saber disso por que você não lê. Aí lá vai você, todo entusiasmado, com seu manuscrito debaixo do braço pra mostrar pro seu melhor amigo ou pior, você posta parte do manuscrito em alguma comunidade do orkut e paga aquele mico. Você não entende as críticas que recebe e se vê no direito de argumentar e provar que a sua ideia é o máximo e que você é um gênio incompreendido. E o barraco tá formado!  Isso me cansa, sabe.

Quer escrever fantasia? O mínimo que pode fazer é ler a obra de Tolkien. Vai escrever uma hitória de vampiros? Leia Drácula de Bram Stoker e os livros de Anne Rice. Gente, helloo!!! Leia o que já foi feito, ou seja, leia os clássicos e também os bestsellers da atualidade. Não se contente em escrever uma historinha que só você vai ler. Se dedique pra fazer o seu melhor. Lute para escrever uma boa historia, mesmo que ela seja modesta, mas que seja original e bem escrita. Por isso, LEIAM!!!

OK. Agora que coloquei toda a minha revolta pra fora, vamos falar de uma coisa bem legal que achei futucando a net. Eu descobri o mundo fabuloso das E-Zines. Gente, tem tanta coisa boa pra ler que nem sei por onde começar. Então, já que falei dos vampiros, vou indicar a Fantazine que é uma revista digital que você pode baixar gratuitamente. Eu estou lendo e acho que vocês vão gostar pois essa edição é especial sobre vampiros. Estou bastante empolgada com o artigo sobre a genealogia dos vampiros.  A revista também tem contos, entrevistas com autores, resenhas de livros e uma coluna interessante chamada perfil literário. Vale a pena conferir. Eu particularmente estouaguardando ansiosa a próxima edição. Segue abaixo o link para o blog (É só clicar na imagem da capa).

Não resisti e resolvi voltar e editar o texto. Acabei de achar outra e-zine maravilhosa! Olhem aê:

http://revistafantastica.webs.com/

4 pensamentos sobre “Escritores que não lêem

  1. Oooh, muito bom isso. Realmente gostei do desabafo. Esses dias conversando com um garoto do meu curso, ele contando que escreve um livro, dai eu começei a falar de alguns escritores brasileiros, indicando para ele ler. Ele deu uma risadinha e disse: sabe, eu não leio literatura brasileira, acho horrivel. Tipo, eu olhei pra ele com uma cara que ele percebeu e comentou: é ironico já que eu quero escrever.
    Mas eu fiquei com tanta raiva. É sempre esse maldito preconceito. Além de não leram bosta nenhuma dizem que literatura brasileira é ruim!

  2. Nem li pq tou de saída… mas entendi a indireta, viU!!?!?!?!

    😛

    E eu não detesto ler… eu até coleciono livros… hahahah… mas tenho problemas…
    Eu sou uma pessoa especial.

    FUI!

    • Existem autores que nunca leu um livro, mas já lançou. E realmente, isso as vezes pode ser um desastre para a sua obra, porém, se a pessoa nunca leu uma obra, mas se estudou muito, aí sim, terá algo diferente.

      Eu penso assim.

  3. Interessante. Muitas pessoas não gostam de receber críticas no início, mas após um tempo (quando o tal está mergulhado com o seu projeto), ele começa a entender a cerne da crítica.

    É um grande benefício para essa pessoa, e são poucas que percebem isso no início. Isso é fato.

    O que você falou, Amanda, a revista digital FANTÁSTICA, está para mudar essa concepção dos leitores brasileiros. Principalmente agora, que adotaremos uma livraria na revista. Chamará mais atenção também para os preços das obras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s