Bartyra Galvão

Bartyra Galvão é capixaba nascida em vila Velha.  Estudante de psicologia da UVV, desde sua infância  foi apaixonada por livros. Atualmente desenvolve dois projetos. Na área didática está elaborando um projeto para auxiliar aspirantes a escritores a iniciar a escrever. E em seu genero favorito –  ficção – dá continuidade a seu projeto de longa data intitulado A Vila.

16 pensamentos sobre “Bartyra Galvão

  1. Bartyra, parabéns pelo seu blog, pois ele é muito interessante e útil ,para os iniciante nesta arte da escrita, ou seja, para os novos escritores

    • Hey Mauro, seja bem vindo. Muito obrigada pelos elogios. Amanhã vai sair a segunda parte do artigo sobre os atos, fique ligado! É uma breve explicação sobre o 2º Ato.

  2. Bartyra, sou amante de livros, e agora aos 14 anos coloquei na cabeça que quero escrever um livro.Não quero escrever para publicar – pelo menos não esse – quero escrever um livro no qual eu queria ler! Bartyra você me ajudou muito, mas ainda estou muito confusa sobre o que escrever. Se puder me dá mais detalhes sobre “Como escrever um livro” , eu iria adorar. Obrigado e espero sua resposta.

    Tatiana Patriota

    • Hey Tati, tudo bem?
      É super divertido para mim encontrar pessoas tão malucas quanto eu. Eu também coloquei na cabeça que vou escrever um livro. As pessoas acham que sou doida, ou não me levam a sério. Eles acham que tô brincando, mas eu tô levando esse projeto na seriedade mesmo. Quem me dera que tivesse pensado nisso aos 14.
      Bem, vamos ver se eu consigo te ajudar. Acho que agora que decidiu que quer escrever deve pensar em algo que seja interessante pra você. Pense no tipo de historia que te agrada, é um mistério, é um romance? Esse é um ponto de partida. Começe a tomar notas, escreva um pouquinho sobre o que você ia querer ver nessa historia. Se for um romance, começe a imaginar como seria a mocinha do livro e que tipo de cara ela ia se apaixonar. Comece a imaginar como seriam os personagens e o que podia acontecer para atrapalhar esse grande amor. É assim que as coisas começam. Tem que ralar e gastar neurônio. Espero ter ajudado em alguma coisa. Se tiver mais dúvidas é só continuar postando. Eu pometo fazer o melhor pra responder, mas eu também ainda estou aprendendo. Boa sorte e beijos da Barts.

  3. Bartyra, eu queria mais detalhes de como escrever um romance, tou muito confusa ainda e assim não sai nada que preste.
    Beijos
    Adoro seu Blog

    Tatiana Patriota

  4. Nossa, eu não acredito que você é capixaba também!!! Não sabia que uma pesquisa no Google me levaria a encontrar um blog onde eu pudesse tirar umas dúvidas a respeito de escrever cuja a dona fosse do mesmo estado que eu. Sou de Serra, longe de você um pouco. Mas fiquei feliz com isso. Muito legal.

  5. Bartyra, eu queria te propor uma coisa. Não sei se dá certo, não sei se você aceita ou precisa, mas eu gostaria de te propor uma troca.

    Acho que uma das enormes frustrações que tenho é que sempre que menciono “escrita”, “meu livro” ou qualquer idéia que envolva essas duas ações, meus amigos automaticamente parecem estar com sono e com déficit cognitivo. É de derrubar o ânimo de qualquer um. E eu sempre me questiono quão legal e motivador deve ser pra todos os escritores lá fora que colocam em seus agradecimentos todos aqueles que lhes apoiaram e ajudaram naquela empreitada. Pois é! Não eu.

    Então, estou aqui, eu, humildemente, te perguntando se você gostaria de um parceiro que te ajudasse, que lesse seu material e te desse um feedback, da mesma forma que eu preciso desse mesmo favor. Alguém que não vivesse no mesmo meio e que não tivesse contato com as mesmas idéias, mas que também não achasse que seria a coisa mais sacal do mundo de se fazer por alguém.

    Ainda completando, deveria ser alguém comprometido a te dar este feedback e não apenas uma promessa para calar-lhe a boca. Porque após um pedido desses e a promessa feita, eu fico pacientemente esperando, esperando, …, bem, ainda estou esperando, entende?

    Então, é isso. Não se sinta obrigada a nada e nem acanhada de negar. Prefiro a negação verdadeira que a aceitação sem vontade.

    Agora, mudando de assunto, você poderia me falar mais desse projeto para auxiliar outros a escrever? Você conhece alguma especialização que me caiba se sou formado em publicidade mas gostaria de uma melhor formação na língua portuguesa sem ter de me aventurar em uma segunda formação acadêmica (letras)?

    Fica bem. Meu mail tá aí… vc tem meu msn e meu blog. Quando puder, dá um oi!
    Bjsa

    • Bem, nunca escrevi um conto filosófico mas creio que vc deva observar os mesmos pontos observados para escrever qualquer conto. A estrutura deve ser a mesma seja para um conto de terror, suspense ou filosófico. Hmm, talvez esteja na hora de escrever um artigo sobre isso. Que boa ideia vc me deu! Aguarde.

  6. Saudações, seu blog é fantástico, uma ferramenta maravilhosa para novos escritores como eu. Noutro dia encontre o link para o tela brasil e foi de muita ajuda, pois aprendi a ter uma visão bem legal para desenvolvimento. Então encontrei um programa na internet e gostaria de retribuir.
    http://www.celtx.com/download.html

    • Ei Cleiton,
      Que bom que gostou do blog!
      Andei pesquisando esse programa que indicou. Parece ser bem interessante.
      Assim que tiver tempo vou dar uma olhada. Agora temos duas indicações de programas, o Dramatica indicado pelo Renato e Celtx indicado por você. A diferença é que o Celtx é gratuito? Nossa, eu posso usar tb para fazer os storyboards dos meus quadrinhos. E tem versão em português! Esse programa parece ser tudo de bom!!!
      Bjus da Barts

      • Posso dizer q o celtx é uma ótima ferramenta, eu tenho um sério problema com fragmentos, escrevo um trecho e as vezes ele fica vagando no pc com um monte de outros, e eu peno para conseguir cola-los e dar contesto. Nele fica tudo centralizado e bunitin, personagem pra um canto, texto no outro.

  7. Este blog é fantástico. Adorei. Você escreve muito bem. E NÃO SÃO TOLICES QUE VOCÊ ESCREVE NÃO! jÁ LI AQUI SOBRE VILÕES E COMO OS CRIAR E HOJE MESMO VOU ESCREVER O MEU VILÃO, que estava pensando eu, ser alguém que fosse muitoadmirado pelas suas capacidades, mas que depois de alguém ter vencido todas as competições da escola onde ele andava, ele começa a ferir as pessoas. Então ele é expulso e jura vingança, e ao inicio nao consegue vingar-se do vencedor que lhe retirou o titulo de imbativel, mas mais tarde… ele vence, e deixa tudo e todos aterrorizados com a sua sede de vingança…

    PS: ISTO É SÓ UMA IDEIA QUE EU TIVE TÁ?
    continua a escrever…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s